FISIOTERAPIA NO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO: UMA PROPOSTA DE TRATAMENTO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA – ESTUDO DE REVISÃO

Autores

  • Daniel Salgado Xavier Xavier
  • Fernanda Nascimento Gomes Gomes
  • Kennys W. B. de Matos de Matos
  • Keldy Souza de Assis Assis

DOI:

https://doi.org/10.56238/cpahjournalv2n2-003

Palavras-chave:

Neoplasias de Cabeça e Pescoço, Fisioterapia, Reabilitação, Cuidados Críticos

Resumo

Com os diversos avanços na pesquisa cientifica e no tratamento de pacientes oncológicos, a probabilidade de recuperação e cura da doença bem como de seus efeitos deletérios na unidade de terapia intensiva (UTI) cresce e se traduz em um novo contexto de busca pela melhora da relação saúde e doença. A fisioterapia nas unidades de terapia intensiva oncológicas baseada inteiramente em evidências clínicas, protocolos normativos e padronizados torna a terapia segura e eficaz, o que favorece a recuperação e/ou taxa de sobrevida. O objetivo deste trabalho é a construção de uma proposta terapêutica sobre a abordagem em pacientes com câncer de cabeça e pescoço na UTI, baseando-se nas mais diversas pesquisas científicas que norteiam este contexto de saúde e doença, através da análise de literaturas relevantes nacionais e internacionais.  

Downloads

Publicado

2022-07-08

Como Citar

Xavier, D. S. X., Gomes, F. N. G., de Matos, K. W. B. de M., & Assis, K. S. de A. (2022). FISIOTERAPIA NO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO: UMA PROPOSTA DE TRATAMENTO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA – ESTUDO DE REVISÃO. CPAH Science Journal of Health, 2(2), 2–23. https://doi.org/10.56238/cpahjournalv2n2-003