Alfabetização sob a perspectiva da neurociência

Autores

  • Miriam da Silva Pinto
  • Fabiano de Abreu

DOI:

https://doi.org/10.56238/cpahjournalv5n2-003

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar um estudo bibliográfico a respeito das contribuições da neurociência, em especial das ciências cognitivas, abordando a dinâmica do cérebro humano na aprendizagem da leitura, o fenômeno da neuroplasticidade vista sobre a ótica dos métodos de estudos científicos, as bases cognitivas da aprendizagem da leitura e os estágios iniciais dessa aprendizagem, a evidência da eficácia de alguns métodos de alfabetização, o método de ensino da leitura, a neurobiologia, além de algumas políticas de alfabetização brasileiras que se ancoram nessa perspectiva cientifica. Na tentativa de responder como o cérebro humano aprende a ler e como educadores podem reavaliar os métodos de ensino para conseguir resultados precisos e eficientes na aprendizagem da leitura, recorremos à pesquisa bibliográfica, cuja escolha se deu pela importância dos autores e dos grupos de pesquisadores no Brasil e de fora que construíram alguns materiais de estudo à respeito do tema destacando: ABREU (2020-2021), CAPOVILLA (2005), DEHAENE (2012),  GARDNER (1996), GT:ALFABETIZAÇÃO INFANTIL: os novos caminhos relatório final (2007),  GE: APRENDIZAGEM INFANTIL, Uma abordagem da Neurociência, da Academia Brasileira de Ciências (2011), PERRENOUD (2002), PNA (2019) dentre outros.

Downloads

Publicado

2022-06-29

Como Citar

Pinto, M. da S. ., & de Abreu, F. . (2022). Alfabetização sob a perspectiva da neurociência. CPAH Science Journal of Health, 5(2), 269–292. https://doi.org/10.56238/cpahjournalv5n2-003

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)