FUNÇÃO E IMPORTÂNCIA DA MIELINA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL: MIELINIZAÇÃO E DESMIELINIZAÇÃO

FUNÇÃO E IMPORTÂNCIA DA MIELINA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL: MIELINIZAÇÃO E DESMIELINIZAÇÃO

Autores

  • Francis Moreira da Silveira
  • Dr. MD. Bensson V. Samuel

DOI:

https://doi.org/10.56238/cpahjournalv4n1-007

Palavras-chave:

Mielina, Sistema Nervoso Central, Degeneração

Resumo

Formada por camadas bimoleculares de lípides intercaladas com
proteínas, a mielina constitui um importante elemento do Sistema Nervoso
Central e Periférico, atuando como uma bainha que envolve os tratos nervosos,
facilitando a rápida comunicação entre os neurônios. São sintetizados e
mantidos pelos oligodendrócitos, uma das células mais vulneráveis do sistema
nervoso, que formam um número variável de segmentos de mielina, chamados
internódulos, que variam entre 1 e 200. Desse modo, quando ocorre lesão em
uma célula, podem ser destruídos inúmeros internódulos, em um processo
denominado desmielinizante, provocando uma série de complicações. Com isso,
este trabalho tem como objetivo analisar a função da mielina no sistema nervoso
e as complicações clinicas de sua degeneração

Downloads

Publicado

2022-07-14

Como Citar

Silveira, F. M. da, & Samuel, D. M. B. V. . (2022). FUNÇÃO E IMPORTÂNCIA DA MIELINA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL: MIELINIZAÇÃO E DESMIELINIZAÇÃO: FUNÇÃO E IMPORTÂNCIA DA MIELINA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL: MIELINIZAÇÃO E DESMIELINIZAÇÃO. CPAH Science Journal of Health, 4(1). https://doi.org/10.56238/cpahjournalv4n1-007